12 de ago de 2010

Jesus não é cabo Eleitoral, Culto não é Comício.


Estamos é mais uma época de eleições. É comum começar a aparecer "gente boa" na igreja, se aproveitando da ingenuidade de muitos, ou até mesmo de malícia de outros. Como cidadão que é, o cristão brasileiro deve exercer seu direito de voto. Deve racionalmente escolher seus candidatos para votar.
Entretanto o que se vê é um grande aumento na matilha gospel. Muita gente na pele de ovelha surge nos púlpitos prometendo tanto, que até parecem os messias contemporâneos.

Usam até textos bíblicos pra fundamentarem seus ideais políticos, todavia não passa de mera maquiagem para o desejo egocêntrico de fama e poder.

Não quero generalizar, como diria minha antiga professora de ciência política, "existe gente boa no congresso". Talvez Dona Janete tivesse sendo muito otimista.

Cristão, não permita que manipulem sua opinião por conta da sua fé. Não deixe que façam do púlpito da sua igreja palanque político. A bíblia ensina que "aquele que milita não se embaraça com os negócios dessa vida".

O povo cristão não deve ser massa de manobra de politiqueiros, não deve se vender por migalhas. A igreja de Cristo não faz acordo com o mundo em troca de favores pessoais.

Aproveitando a deixa, estive vendo nas notícias o número de candidatos famosos nessas eleições. Nomes tais como o de Romário, Tiririca, Mulher Melão, Reginaldo Rossi, Batoré e outros, estão entre aqueles que se candidataram para nos representar politicamente.

Por uns instantes eu até achei hilário, mas depois lendo os comentários do site em que vi a notícia, pensei e lamentei. Essas pessoas vão ser eleitas pelo povão brasileiro, por conta da sua popularidade, fama, ou mesmo pelo seus atributos "fisico-frutíferos". Literalmente é uma palhaçada.

Não fique assustado se por esses dias aparecer alguém na sua igreja pedindo voto, cantando "Florentina, florentina, florentina de Jesus..."



"Porque Crêr é também pensar"
------------------------------------------------------------------------------------------
Renato Rangel apesar de um dia ter gostado das piadas do Tiriríca e dos Gols de Romário, pensa que liderar uma nação é algo muita mais sério.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro Feliz, deixe seu comentário: