7 de ago de 2010

O Seu amor nos Constrange


Por Luanna Nepomuceno

Conhecer Ele, ser como Ele é, amar como Ele ama.

Porque o amor de Cristo nos constrange, julgando nós assim: que, se um morreu por todos, logo todos morreram. 2 Co 5:14



Bem, isso foi suficiente pro silêncio pairar no ar, entre eu e o Espirito Santo, pois não estou insenta dessa pergunta.

Se o amor de Deus constrange, eu devo ao menos me sentir intimidada e envergonhada pelos atos miseráveis que cometo durante meu dia, me arrepender, e o principal..MORRER PRA MIM.

Porque é então que permitimos as circunstâncias fazerem com que acreditemos em outros deuses, como o deus da "possibilidade humana", só essa é válida. Bem então onde está o Deus do impossível que eu canto, que você canta?

Sim eu sei que somos carne, seres humanos errôneos, mas Ele nunca disse que seria fácil porém Cristo venceu o mundo. Jesus mesmo disse que seriamos capazes de fazermos coisas maiores do que Ele fez aqui na terra.
Mas sabe quando isso será possível? Quando deixarmos o amor dEle REALMENTE,VERDADEIRAMENTE nos CONSTRANGER.





Seja como Maria, pois Jesus nos conta que ela escolheu a melhor parte, "parar e ouvir",enquanto Marta sempre muito ocupada..

Papai te espera ;)

um abração forte,da Lu!

PS: e eu vou - ouvir e crer.Ouçam :D

--------------------------------------------------------------------------------------------



Luanna é colaboradora do Pensar Cristão, apaixonada por Jesus e também defensora do evangelho puramente genuíno, simples e santo.

E por favor, busque conheçer a esse Deus, a esse Paizão em intimidade. Ele tem muito a te contar.

Eu realmente te encorajo a ser dependente desse amor, e NÃO VIVER DE PERFORMACE DIANTE DAQUELE QUE TE CONHECE MELHOR DO QUE NINGUÉM.
Seja verdadeiro, e experimente verdadeiramente o melhor.


Se é verdade, uma vez que o amor dEle me constrange, eu devo ter consciência desse AMOR. Isso se chama CRER, se eu creio, porque então duvido dEle? Amnésia temporária? Ou melhor dizendo amnésia constante?

Hoje eu acordei realmente muito pensativa,na verdade,os dias passam e a palavra 'pensar' é constante em minha vida. Em uma conversa bem informal com Deus durante meus afazeres domésticos (ahaha), Ele me trouxe um versículo em mente: 2 Co 5:14, acompanhado da seguinte pergunta: se o meu amor realmente constrange, porque é que não vejo isso no dia a dia daqueles que dizem serem meus?

Um comentário:

  1. Lú, parabéns pela reflexão. Me fez lembrar uma peça teatral em que 'Jesus' diz no final 'Por que ainda me chama de Senhor se não faz nem o que eu peço?'. Beijão!

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro Feliz, deixe seu comentário: