20 de abr de 2011

PÁSCOA: TEMPO DE AMAR


João 12:3   3 Então, Maria, tomando uma libra de bálsamo de nardo puro, mui precioso, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos; e encheu-se toda a casa com o perfume do bálsamo.

 Por Edvaldo Beranger


A Páscoa é uma época maravilhosa para revermos o nosso amor. Deus nos amou em grau infinito,  e como tem sido a nossa gratidão? Gostaria neste editorial falar sobre AMOR.
Minha primeira reflexão será sobre a Maria, irmã de Marta e de Lázaro, por que ela demonstrou um amor por Jesus que muitas vezes nós não vemos. O texto diz que ela tomou algo muito precioso para derramar aos pés de Jesus. Poderíamos perguntar: o que nós faríamos para demonstrar amor a Deus?
É interessante notar que no N.T. não existe uma só atitude  necessária para a nossa salvação. Sim, não há nada que você possa fazer para ser salvo e desta forma qualquer atitude para Deus ou para o próximo (para a salvação) é totalmente irrelevante. Todas as “boas obras” são feitas porque Deus de antemão (antes do tempo) pois, “somos feitura dEle , criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus de antemão, preparou para que andássemos nelas.” Isto é maravilhoso, mas o que o Cristão deve fazer: Você já notou que Jesus fez tudo por nós? Esse evangelho que prega, Jesus fez, mas agora é com você não é o evangelho da cruz. Isto é chamado de semi-pelagianismo em que prega que Deus faz uma parte e você precisa fazer a sua.
Quero mostrar que o único mandamento que Jesus deixou para os seus discípulos foi:  “Novo mandamento eu vos dou: que vos ameis uns aos outros assim como eu vos amei.”  Jo  13:34. Não existe nenhuma exortação e mandamento bíblico que não esteja dentro deste mandamento.
Nas Escrituras, podemos ver que Deus não quer sacrifício de ninguém. Se você é do tipo que pensa que usar certas roupas, vir a igreja, cantar, pregar na rua e coisas tais como estas são um sacrifício, é melhor você rever o seu evangelho. Este não é o Evangelho da cruz, mas outro evangelho que pode ser considerado maldito. Alguém poderia perguntar, então  eu não preciso fazer nada? Claro que pode, ame como Jesus te amou! Pregue como Jesus  pregou, fale como Jesus falou, visite como Jesus visitou, ande duas milhas como Jesus andou, viva como Jesus viveu e morra (para si mesmo) como Ele morreu literalmente por nós os ímpios.   
O mandamento de Jesus é a prova de que: 1) Somos salvos não porque fazemos, mas por causa daquEle que fez; 2) Somos seus discípulos – “sereis meus discípulos se tiverdes amor uns pelos outros.” Jo 13:35;  3) Estamos no caminho certo, “eu sou o caminho...” Jo 14:6ª. Sabe por que Maria derramou aquele perfume nos pés de Jesus, por causa do seu amor, sim, quando fazemos assim, não é mais um sacrifício, mas um gesto de gratidão por causa do grande amor que Ele nos mostrou. Nesta Páscoa, vamos amar?

Pr. Ede

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Faça um blogueiro Feliz, deixe seu comentário: