21 de jul de 2010

Eu me Lembro..


Eu me lembro da igreja de madeira, do chão batido, das canções ao som do acordeom..

Eu me lembro do povo da fala simples, repleta de sinceridade...
Saudades do povo que servia a Deus por amor, e não por uma mera troca de favores...

Eu me lembro das orações sem frases de efeito, ou palavras mágicas, sem determinações ou exigências instantâneas dos colaborares celestiais..

Saudades das músicas Cristocêntricas, que enfatizavam a soberania de Deus, a sua graça, o porvir...

Eu me lembro que pastor era chamado de pastor , modelo de servo...não era pai apóstolo, não era supercrente..nem vendedor da “graça”..a qual recebia de “graça”...

Eu me lembro que “dízimo” ainda era 10% e de que não era preciso pagar para ser abençoado...

Saudades de quando não existia óleo ungido de Israel, água do milagre, pão para causas impossíveis... mas mesmo sem “esses” incrementos no culto, Deus operava por sua maravilhosa graça...

Saudades de quando Graça ainda era Graça, e não motivo para desgraça...

Renato Rangel

2 comentários:

  1. nossa..texto muito bom amigo...
    parabens
    deus te abencoe

    ResponderExcluir
  2. 'Eu me lembro das orações sem frases de efeito, ou palavras mágicas, sem determinações ou exigências instantâneas dos colaborares celestiais...'

    ResponderExcluir

Faça um blogueiro Feliz, deixe seu comentário: